Quem lhe dá um preço, não lhe dá valor

 

 

​​O que se questiona muito e muitos falam até com certa revolta, é a prática da compra de votos. Isso acontece de várias formas, e muitas vezes, alguns olham superficialmente fazendo de conta até que nem se importam, mas sabem o que está acontecendo. Negociar o voto, seja como comprador ou vendedor, é algo extremamente danoso para a população, para o futuro de todos,  as consequências danosas são inúmeras e às vezes irreparáveis. (Observe as inúmeras obras inacabadas na cidade)

​​Muitos se revoltam quando assistem ao noticiário e observam certos homicídios onde alguém matou um amigo, mãe, pai ou irmão, por causa de R$ 20,00 (vinte reais), aí se pergunta: Será que uma vida vale tão pouco? Fato é que outros sem perceber a gravidade do problema, e de forma inocente, vitimam toda uma comunidade, o futuro da juventude, das crianças, quando pegam valores de políticos corruptos que se perpetuam no poder, sob o pretexto de trabalhar para o povo, quando na verdade, são pessoas que se enriquecem ilicitamente, pessoas que mesmo com várias sentenças condenatórias se julgam honestas e querem a qualquer custo continuar a viver do conforto, luxo e benefícios que o dinheiro público lhes proporciona há anos.

​​Devemos refletir sobre isso, lutar  contra isso, não podemos baixar a guarda e pensar que estamos derrotados, a união de todos é fundamental, você pode contribuir para que esse vício seja extinto da política e da vida pública.

autor Juscelino Melo Manso

Até quando iremos olhar sem se importar?

Trabalhando, Cidadão arrisca sua vida no Trabalho
Coleta Irregular-Tribunal exigiu a solução do problema com Termo de Ajuste de Gestão-TAG

Tantos problemas estamos vivendo. Acompanhando os dramas vividos por várias famílias diante do sacrifício que tem sido o isolamento social, que vem acompanhado de noticias que repetem o tempo todo nos meios de comunicação, quando só se fala em Corona Vírus na TV, Rádio e mídias sociais, um verdadeiro terrorismo psicológico, pessoa que sofre de depressão tem seu quadro agravado, aqueles que são acometidos por outras doenças com medo de ir ao posto de saúde ou hospital tem o agravamento e a evolução da doença que lhe alcançou. Continue lendo “Até quando iremos olhar sem se importar?”

Para Concorrer as Eleições 2020, Juscelino se Licencia da Presidência da OAB Parintins

Com Dep Serafim Correa, presidente de honra do PSB/Am

Sou apaixonado por minha profissão. Já são mais de 27 anos advogando. Lembro-me de ter participado de várias sessões no Tribunal de Júri de Brasília, ainda antes de colar grau. Lembro-me do meu primeiro Júri, realizado no ano de 1994 em Parintins, conquistando uma grande vitória. Continue lendo “Para Concorrer as Eleições 2020, Juscelino se Licencia da Presidência da OAB Parintins”

Parados no Tempo – resiliência

A satisfação com aquilo que nos mantém na zona de conforto, pode não ser tão benéfico quanto parece.

Um olhar mais crítico, ou realista, sobre a vida que vivemos hoje em Parintins, com tempo suficiente que hoje temos, proporcionado pela quarentena, isso tudo nos remete a momentos importantes de reflexão. Continue lendo “Parados no Tempo – resiliência”